O ambiente é o local de estudos e o que interfere na sua capacidade de se concentrar. Os aspectos vão desde apoio para o material e cadeira confortável até o suporte emocional que sua família oferece.
  • Apoio de livros: Seu material deve estar apoiado em um ângulo de cerca de 45 graus, como num apoio para Bíblia. Isso protege seu pescoço de ficar torto para baixo durante horas e mais horas. E, acredite, faz muita diferença na sua capacidade de aguentar a maratona de meses ou anos estudando. Se você utiliza computador ou Tablet, devem estar levemente inclinados em uma altura adequada para os olhos.
  • Cadeira: A cadeira deve ter encosto ereto e com apoio para a lombar. Não deve ser confortável a ponto de você ficar relaxando demais, mas você também não pode ficar inclinado para frente sem apoio nas costas. Um encosto (ou uma almofada) pressionando sua lombar para frente vai reduzir a tensão nas costas e dar um certo alívio.
  • Barulhos: seu ambiente de estudos deve ser silencioso para favorecer a concentração. Se não for, é melhor procurar outro local. Se não puder, vale a pena tentar utilizar tampões de ouvido ou protetores de alguma forma. Não é necessário o silêncio completo: o importante é que os barulhos não tenham altura suficiente para chamar sua atenção e te atrapalhar a se concentrar.

Se você estuda em casa, a sua família também faz parte do ambiente de estudos. Converse e combine com seus familiares para que respeitem os seus horários de estudo. É muito importante minimizar ao máximo as interrupções, pois podem prejudicar sua concentração e sua memorização. Deixe claro que recados devem ser dados quando você sair do quarto/escritório, o que fará em intervalos regulares.

Explicar qual é a sua programação de estudos diária permite que eles entendam e respeitem melhor o que é essa tal vida de concurseiro.

E assim podemos ir ao primeiro aspecto dos estudos que considero de nível Intermediário: a CONCENTRAÇÃO.