Skip to main content

Ainda da tempo de estudar para a Receita Federal?

Por 20/06/2022junho 21st, 2022Editais, Notícias

Essa é a grande pergunta do momento e por isso escrevi esse post só sobre isso. Vamos analisar o que é necessário para conseguir chegar competitivo à prova, ou seja, com chances de passar e ser chamado.

Vou explicar quantas horas de estudo são necessárias para ter chance de aprovação, quantas horas estudar por dia e o que fazer se precisar acelerar os estudos.

A primeira questão a ser definida é: AUDITOR OU ANALISTA?

Vou começar falando com quem está bem atrasado na preparação (ou até mesmo começando agora!) e quer ver até onde vai esse buraco. Se esse é o seu caso, Analista-Tributário da Receita Federal é a saída. O cargo é de nível superior e paga 70% do salário de Auditor-Fiscal, o que não é nada mal.

Prof Diogo Moreira - Receita Federal

Analista

O concurso tem menos matérias e algumas delas são menores. Conforme o último edital (2012), D. Constitucional é bem menor que o de Auditor e não temos cobrança de Auditoria, Comércio Internacional, Contabilidade Avançada e Adm. Pública. Ou seja, você precisa de menos horas de estudo para bater o conteúdo programático.

Por falar nisso, quantas horas são necessárias para ser aprovado?

No total, falava-se antigamente em ter que estudar no mínimo 1.500 a 2.000 horas líquidas para ser aprovado como Auditor e cerca de 800 para ser aprovado como Analista. Hoje em dia, fala-se que deve ser um pouco mais porque estaria mais difícil de ser aprovado (mas não podemos esquecer que tivemos muito menos concursos e vagas nos últimos anos).

Para saber se você tem chances ou não, temos algumas variáveis:

  • Quantos dias teremos daqui até a prova;
  • Quanto falta você estudar de conteúdo programático (matérias);
  • Quantas horas por dia você tem para estudar e;
  • Qual o seu ritmo de leitura (páginas por hora).

Bom, estou escrevendo este post no dia 20/Junho/2022, exatamente uma semana após a autorização. Vamos começar analisando a variável 1:

Quantos dias até a prova?

Prof Diogo Moreira - Receita Federal

Para facilitar, vamos começar pelos extremos. A Receita Federal tem 6 meses para publicar edital a partir de 13/06/22. Acho que o pior cenário seria ela definir a banca e publicar o edital em impressionantes 30 dias, ou seja, muito rápido. Ela já obteve autorização também para realizar a prova 60 dias após a publicação do edital. Por isso, nosso pior cenário seria a prova acontecer daqui a cerca de 3 meses (calma, vou falar do melhor cenário daqui a pouco).

Pior cenário: 3 meses até a prova.

Quanto falta você estudar do conteúdo programático?

Pior cenário também: 100% a ser estudado. Não leu nada.

Ou seja, temos o cenário apocalíptico: faltam 3 meses para a prova e você nunca leu nada.

Você teria que estudar 800 horas líquidas em 3 meses (13 semanas). Isso da mais ou menos 61 horas por semana, que por sua vez significa quase 9 horas líquidas por dia, todos os dias.

Veja bem, isso não é impossível. É muito difícil, quase sobre-humano, mas não impossível. Os dois maiores desafios aqui são começar já estudando muitas horas por dia e aguentar esse ritmo por 3 meses.

Eu estudava 6 horas líquidas por dia no pré-edital (durou 6 meses e meio) e passei a 8 horas líquidas por dia nos últimos 2 meses. Quase não aguentei. Quase pifei, mas consegui. Já ouvi histórias de quem tenha estudado 12 horas por dia, então, como eu disse, 9 horas é bizarro, mas não é impossível. Já vi até uma entrevista com aprovado no cursinho em que a pessoa disse que estudou 16 horas por dia por 2 meses. Verdade? Não sei, mas a pessoa estava lá sendo entrevistada ao vivo e disse isso.

Conclusão: o pior cenário possível não torna a coisa ainda impossível.

Entretanto, da para ficar ainda melhor: você pode não estudar 100% de cada matéria. Há alguns assuntos dentro de todas as matérias que muito raramente são cobrados. Esses podem ficar “para depois” ou “para lá”. Seria possível reduzir em 20% a 30% o conteúdo programático somente eliminando esses assuntos raríssimos. Já facilita um pouco.

Meus alunos do Coaching recebem essa análise estatística para nós usarmos em caso de necessidade.

Se quiser saber mais sobre o Coaching, clique aqui:

Supondo que você elimine 30% de cada matéria, sua necessidade de horas de estudo baixaria de 800 para 560. Em 13 semanas, seriam necessárias 43 horas por semana, ou seja, 6 horas por dia.

Melhor cenário: 8 meses até a prova.

Prof Diogo Moreira

No melhor dos cenários, a Receita Federal pode demorar quase 6 meses para publicar edital. Além disso, ela poderia até dar um prazo maior entre edital e prova, mas não acho provável. Vamos manter em cerca de 2 meses. Assim, o melhor cenário seria de 8 meses de hoje até o dia da prova.

Para estudar 800 horas em 8 meses (35 semanas), é necessária uma média de 22 horas por semana, ou seja, 3 horas por dia, todos os dias. Bem mais viável, não?

Cenário vencedor nas casas de apostas (rs): 4 meses e meio até a prova.

Nesse cenário, teríamos 19 semanas até a prova. Para bater 800 horas, precisamos de 42 horas semanais, ou 6 horas por dia, todos os dias.

Lembrando: isso é para quem começa agora do zero.

Pensando em deixar de lado 30% das disciplinas (560 horas no total), ficamos com 30 horas por semana, ou 4 horas por dia, todos os dias.

A PERGUNTA QUE VOCÊ DEVE ESTAR SE FAZENDO: Diogo, realmente da tempo de começar do zero e passar em alguns meses? Isso acontece?

É muito difícil, mas já vi acontecer. Eu mesmo fui aprovado num cenário assim. Do meu 1º dia de estudo para concurso até o dia da prova objetiva foram exatos 9 meses. Fui aprovado como Auditor. Li praticamente 100% do edital, mas finalizei as últimas matérias a 2 semanas da prova. Isso é exceção, ok?

Outro fator positivo é a quantidade de vagas. São 469 vagas para Analista-Tributário. Se chamarem excedentes, podemos chegar a 700 convocados ou mais, contando com desistências. É uma oportunidade difícil de deixar passar.

O que fazer se você quiser tentar, mas não estiver tão confiante?

Entenda o seguinte: muito do que você estudar para esse concurso servirá para outros concursos. Tentar ATRFB pode ser o primeiro passo na sua vida de futuro servidor público.

As seguintes matérias servem para inúmeros outros concursos:

  • Raciocínio Lógico
  • Matemática
  • Língua Portuguesa
  • Direito Administrativo
  • Direito Constitucional
  • Direito Tributário
  • Contabilidade Geral
  • Administração Geral

Se você começar os seus estudos com essas matérias, estará pavimentando um bom caminho para futuras provas. Em outras palavras, não pegue as específicas da Receita Federal logo no início.

Se estiver conseguindo finalizar as matérias acima e ainda tiver tempo até a prova, pode ser a chance de inserir as específicas e brigar por uma vaga.

Receita Federal - Prof Diogo Moreira

Auditor

Para Auditor, o buraco é mais embaixo. O número de vagas é uma grande oportunidade, mas o concurso é muito famoso, é nacional e o salário é muito bom. Aqui é briga de foice no escuro.

São 230 vagas imediatas. Se chamarem 50% de excedentes, poderemos chegar a 345. O salário inicial é R$ 20.000,00 bruto. Os primeiros colocados devem conseguir vagas em SP e Brasília, mas a imensa maioria irá para fronteiras.

Eu acho que serão poucos os aprovados que não tiverem quase todo o edital 2014 já lido quando sair o edital 2022. O nível aqui é outro. Se você estiver em dúvida se vai conseguir ler (quase) tudo até o dia da prova, é provável que tenha poucas chances.

Mas não é impossível. No meu caso, novamente, quando o edital foi publicado eu não tinha terminado várias matérias. Além disso, foram novidades no meu edital os Direitos Civil, Penal e Empresarial. Aprendi os 3 em 2 meses e meio enquanto avançava no resto.

Cabe a cada um avaliar se estará em condições de brigar por uma vaga de Auditor ou se é melhor optar por Analista e ter muito mais chances de aprovação. Isso porque será necessário optar por um dos dois cargos. As provas serão no mesmo horário para forçar isso.

No Coaching, eu faço essa análise juntamente aos meus alunos. Avaliamos o avanço nas matérias, os % de acerto, a carga-horária diária disponível e tomamos essa decisão juntos, de forma embasada. Tenho ajudado a decidir também entre RFB e as SEFAZ MG e MT.

Se quiser saber mais sobre o Coaching, clique aqui:

Voltando à nossa análise.

Com a autorização, a Receita Federal é obrigada a publicar edital. Você pode (e deve) inserir as específicas de Auditor imediatamente. Não tem por que esperar mais. É necessário um bom trabalho de revisões após a finalização das matérias para manter o conhecimento adquirido enquanto incorpora novas informações. Aliar a resolução de infinitas questões ao uso de flashcards ou caderno de erros é fundamental. A distribuição da carga-horária vai determinar o quanto você se dedica a cada matéria.

Tanto para Auditor quanto para Analista, sempre tivemos a exigência de no mínimo 40% de acerto em cada matéria (ou dupla de matérias). Isso deixa o jogo mais interessante, pois um planejamento ruim pode fazer um mega-candidato ser eliminado por causa de apenas uma matéria (ou dupla).

Não vou fazer cálculos de quantos dias faltam e de quantas horas você vai precisar etc. Para Auditor, você tem que estar pronto cedo para que passe algumas semanas ou meses evoluindo seu % de acerto nas matérias. Se estiver focado em AFRFB, mantenha o estudo firme até a publicação do edital. Nesse dia, saberemos as regras do jogo. Você poderá medir quanto precisa cobrir de conteúdo programático e saberá quantos dias vai ter até a prova. Com essas informações, poderá decidir entre Auditor e Analista.

Espero que este post tenha te ajudado a decidir se investe ou não na Receita Federal e a entender melhor o mundo dos concursos. Se souber de alguém que está estudando para a RFB ou pensando em estudar, peço que compartilhe esse post com ela.

Grande abraço e bons estudos!

Receita Federal - Prof Diogo Moreira

Deixe seu comentário 7 comentários

  • Jorge disse:

    Exatamente, parabéns, ajuda muito, grato por sua gentileza.

  • Ana celi Nunes disse:

    Maravilhosas suas dicas!!! Parabéns, importantes esclarecimentos, principalmente para quem estar começando do ZERO.

  • Isabel Cristina de lemos disse:

    Excelente o seu esclarecimentos. Parabéns me ajudou muito.

  • Renata disse:

    Sensacional

  • Claudete da Silva de Oliveira disse:

    Foi o que pensei… acredito muito nessa prática pois discordo que você tem que se matar de estudar para passar em um concurso público ainda mais quando se leva um bom tempo.

    Mais top a dica, parabéns !!!👏🏻👏🏻👏🏻

  • Juliana disse:

    Gostaria de saber se existe idade de corte. Gostaria de saber se existe idade de corte para esse concurso. Desde já agradeço

  • Fellipe Nazaré Sousa Costa disse:

    Gostaria de receber as notificações sobre o concurso

Deixar comentário

Quer receber mais informações e ajuda sobre este e outros concursos?