Skip to main content

O que é melhor Livros ou videoaulas

 

Olá! Meu nome é Diogo Moreira, sou Auditor Fiscal da Receita Federal e estou aqui para te ajudar a sair dessa “vida bandida” que é estudar para concurso.

Crise econômica, não tem emprego para ninguém, você viu que a melhor coisa que você pode fazer é estudar para concurso e a primeira dúvida é: utilizo livros, apostilas, PDF´s ou videoaulas?

 

O que uso para estudar para concurso?

 

Em alguns casos estou aqui para você entrar nessa “vida bandida” que é estudar para concursos. Se você resolveu estudar para concurso, então você está em dúvida sobre qual material utilizar e nem está pensando ainda quais matérias estudar.

Você quer saber se tem algum cursinho ou alguém que lhe diga: filho, pegue isso, sente, leia ou assista videoaula. O que é melhor? Livro ou videoaula? O que é melhor para estudar? Material escrito ou videoaula? Existem pós e contras nos dois casos, já vou lhe adiantar.

Com relação à videoaula, o professor está explicando e falando, você assistindo, então fica mais fácil você entender. Às vezes, o professor escreve em um quadro, faz um desenho ou esquema, responde dúvidas, ou seja, é mais tranquilo.

Você fica acostumado a ouvir uma pessoa lhe ensinando, facilita a sua compreensão, você entende melhor a matéria e o que o professor que dizer. Isso é válido para a maioria das pessoas porque hoje em dia não se lê mais.

As pessoas ficam pulando de manchete em manchete, não leem nenhuma reportagem inteira ou um feed do Instagram, não veem nada, só ficam olhando imagem. Então, na hora de pegar um material para ler, as coisas não fazem sentido, você acha cansativo, não está entendendo nada, utiliza uma videoaula e, assim, consegue entender melhor.

Isso é melhor se você não tem uma base boa, se não estuda há muitos anos ou se nunca foi um bom aluno ou se nunca teve o costume de ler.

E mesmo que você tenha sido um(a) aluno(a) razoavelmente bom ou boa tem algumas matérias, especialmente quando você vai estudar para concurso, que são especialmente difíceis, por exemplo, Contabilidade Geral que você estuda para ser um Auditor da Receita Federal como eu.

Ou Exatas, às vezes, você nunca foi bom em matemática e acha que não é para você e aí precisa assistir uma videoaula para entender.

 

Nesses casos, é válido.

 

O grande problema da videoaula é que ela toma muito tempo. Você pode tentar assistir com uma velocidade acelerada, por exemplo, 1.5 ou 2.0 dependendo do professor, mas é uma coisa lenta. Vai demorar mais do que se você estivesse tentando ler o material.

Existe um outro problema com relação a estudar por videoaulas que você nem imagina que terá, mas esse probleminha vai lhe pegar lá na frente. A sua prova de concurso não é em videoaula, ela é escrita.

Para fazer sua prova, você terá diversas questões para responder, você tem que entender o enunciado e tem que entender as alternativas para acertar essa questão. Parece óbvio e parece besteira, mas não é.

Se você não treinar a leitura, não entender pontuação, a ligação entre as palavras, as frases, as orações, então você vai deixar de entender o enunciado da questão ou algumas alternativas da questão. Você vai cair, inclusive, em pegadinhas da banca e vai acertar menos questões. E aí acredite, não passa em concurso quem sabe mais, mas quem acerta mais questões.

 

Ler é fundamental.

 

Eu já tive diversos alunos no Coaching que estudando para concurso não tinham uma base boa em Português e resolveram entrar de cabeça em um bom curso de Português e começaram a acertar mais questões simplesmente porque começaram a entender os enunciados das questões de uma forma melhor.

Em relação às videoaulas, existe uma outra armadilha que todo mundo cai, você vai querer escrever tudo o que o professor está falando, vai querer transcrever o curso porque, afinal, você precisa de um material escrito para fazer revisões.

O que a maioria das pessoas faz? Assiste a videoaula anotando tudo o que o professor fala, como se estivesse criando um material escrito para concurso (como se fosse vender) porque precisa de um material para revisar e, adivinhe, nunca revisa.

Nunca chega a hora de reler aquilo, você nunca consegue colocar isso na sua rotina, você escreve, escreve e escreve e não revisa. Ainda tem outro problema, além disso ser mais demorado, ou você pausa a videoaula para escrever e aí tudo fica ainda mais demorado ou você escreve enquanto o professor fala e, com isso, o seu objetivo deixa de ser entender para transcrever o que ele está falando.

O resultado disso é que você consegue transcrever as palavras dele inclusive pensando em outra coisa. Não necessariamente você esteja prestando atenção ou levando aquilo a sério, mas viajando pensando no supermercado que você vai ter que ir daqui a pouco e, mesmo assim, você está escrevendo o que ele fala.

Entenda o seguinte, o ato de resumir não é estudar. Escrever simplesmente repetindo o que o professor falou não é estudar. Estudar é você ter uma postura ativa com relação ao conhecimento. Você pode até escrever de uma forma ativa, mas não na hora que o professor falou, você pode fazer isso no final do dia, no dia seguinte, tentar lembrar tudo aquilo que foi falado.

 

Isso é uma espécie de estudo ativo.

 

Uma outra forma de fazer um estudo ativo é fazer questões. Quando você tenta fazer exercícios, você está estudando ativamente, está se esforçando para lembrar e acertar a alternativa. Isso sim é um estudo ativo e isso vai favorecer sua memorização de longo prazo.

Escrever por escrever, resumindo um material escrito, resumindo uma videoaula não é estudar e não vai lhe ajudar a memorizar pensando no longo prazo. E o material escrito? Aquelas apostilas basiconas de banca de jornal não prestam, não compre, não vale a pena.

Se você encontrar um material de estudo para concurso completo que serve para todas as matérias e que custe R$ 50,00, não presta, não é bom e não adianta. Você tem duas alternativas, utilizar os cursinhos online que vendem aulas escritas em PDF, que você pode baixar e ler no seu computador ou tablet ou imprimir, ou utilizar livros.

Hoje em dia, não tem diferença de qualidade entre PDF e Livro. Na verdade, na maioria das vezes, são os mesmos autores. O mesmo autor que escreveu o livro também está trabalhando para um cursinho online e está vendendo cursos em PDF.

A vantagem do PDF é que o cursinho faz pensando em uma prova específica, ele monta todo o curso pensando no concurso “X”. Ele já escolheu o conteúdo programático daquele concurso, já tirou as coisas que não caem, coloca questões de prova da mesma banca que organizou o último concurso (treinar questões da banca é muito importante).

Tudo já é feito para você não se preocupar com essas outras coisas, mas simplesmente pegar, estudar e ler. Como os livros normalmente não são focados em uma prova específica, eles são mais amplos. Você vai pegar um livro e vai ter diversos capítulos e assuntos que não vão cair na sua prova (o livro tem que ser completo e servir para quase qualquer concurso).

Se você nunca olhou um edital, se nunca leu um conteúdo programático com todos aqueles tópicos que caem na prova, então você não vai conseguir bater muito bem o índice do livro com o edital verticalizado, vai ficar complicado e não vai saber se aquele capítulo cai na sua prova ou não.

 

Se você é um iniciante no mundo dos concursos, então isso vai acontecer.

 

Nesse caso, simplifique e utilize os cursinhos online em PDF. Eu estou falando isso, mas não sou de nenhum cursinho online, não vendo PDF nem livro. Simplesmente ensino a estudar. Você pode utilizar o material que você quiser e vou lhe ajudar a estudar melhor.

Se você quiser saber mais sobre como é estudar para concurso, assista os diversos vídeos que tem no canal no Youtube (Prof Diogo Moreira) ou no Instagram, entre no meu site (profdiogomoreira.com.br), lá tem muitas dicas, informações e um ebook grátis ensinando a estudar para concurso.

Já que estamos falando de material, livro, PDF, videoaula, no meu site também disponibilizo de forma gratuita a minha bibliografia sugerida, o que eu considero os melhores autores para cada uma das principais matérias que normalmente são cobradas em concurso.

 

 

SAIBA MAIS:

Os problemas de fazer simulados

Auditor da SEFAZ-CE! Análise do edital 2006 e dicas de estudo pré-edital!!

4000 vagas: PRF e PF! Tem que escolher um??

Quer aprender a estudar? Entre para a Comunidade Estudo Completo

 

E se você quiser conferir mais dicas sobre concursos como essa, coloque o seu e-mail no campo “Receba novidades” no final desta página, para receber novas informações semanalmente.

Me siga nas redes sociais para acompanhar mais conteúdo a respeito de concursos públicos!

Muito obrigado e até a próxima!

 

Compartilhe este post por meio dos links abaixo:

Deixar comentário

Quer receber mais informações e ajuda sobre este e outros concursos?