Qual o percentual de acertos ideal pra quem tá começando a estudar pra concurso?

Olá! Meu nome é Diogo Moreira, sou Auditor Fiscal da Receita Federal e estou aqui para te ajudar a sair dessa “vida bandida” que é estudar para concurso.

Você estuda para concursos públicos e sempre se pergunta qual seria o percentual ideal de acertos para ter alguma chance de ser aprovado? Nesse vídeo eu esclareço todas essas dúvidas. Assista!

Qual o percentual de acertos ideal para quem está começando a estudar para concursos?

 

Eu recebi uma planilha de uma aluna do Coaching, quem me disse o seguinte: Professor, terminei minha primeira matéria, Direito Tributário, e queria que você desse uma olhada nos meus percentuais de acertos e me desse um feedback.

Eu percebi uma coisa interessante que vale a pena compartilhar com vocês. Temos uma pessoa estudando para Auditor da Receita Federal, está com a matéria de Direito Tributário e acabou de finalizá-la pela primeira vez.

E vamos analisar o percentual de acertos, como funciona e qual o percentual ideal para quem está começando a estudar para concursos. Na minha metodologia, a revisão é via questões. Foi assim que estudei e passei no concurso e é assim que a maioria dos aprovados faz e é assim que ensino, revise via questões.

No caso da minha metodologia, ensino a separar as revisões via questões em dois momentos. No primeiro momento, o aluno faz as questões pares (coluna verde). No segundo momento, as questões ímpares (coluna amarela).

E por que fazemos assim? Porque se você pegar a primeira metade das questões, você não revisará a segunda. Se você faz pares e ímpares você pega questões do começo, meio e fim da bateria de questões do seu material.

Faça as pares assim que terminar de ler a aula. Se terminou hoje, então na próxima vez que pegar novamente essa aula (daqui a dois dias, normalmente), faça as questões ímpares. Lembrando que para ler uma aula demora uma ou duas semanas, aproximadamente.

As questões ímpares são uma espécie de revisão intermediária, você fará essas questões um pouquinho mais para frente. Normalmente, pela forma como ensino, ela vira uma revisão de três semanas. Você faz as questões ímpares três semanas depois de ter lido a aula. Então, existe um espaço de tempo um pouco maior entre a leitura da aula e a resolução das questões.

 

Vamos analisar os acertos dessa aluna.

 

Ela dividiu os diversos assuntos e vamos verificar a diferença entre os percentuais de acertos pares e ímpares. No assunto 0, ela tinha acertado 70% nas pares e 70% nas ímpares. Ela acertou 70% em um dia nas pares e, três semanas após, 70% nas ímpares.

No assunto 1, acertou 62% nas pares e 76% nas ímpares (aumentou). No assunto 2, acertou 79% nas pares e 62% nas ímpares (diminui). No assunto 3, acertou 78% nas pares e 70% nas ímpares (diminui).

No assunto 4, acertou 65% nas pares e 61% nas ímpares (diminui). No assunto 4.1, acertou 36% nas pares e 70% nas ímpares (aumentou). No assunto 5, ela acertou 82% nas pares e 64% nas ímpares (diminui).

No assunto 6, ela acertou 61% nas pares e 58% nas ímpares (diminui). De todos os primeiros oito assuntos, um ficou igual, dois tiveram aumento e cinco reduções. De uma forma geral, três semanas depois ela estava acertando menos questões.

 

O que isso significa, por que isso acontece com um ser humano?

 

Você deve estar se perguntando se esse percentual de acertos em 70% está bom ou não. Mas primeiro quero comentar o seguinte, quando você está começando a estudar para concursos, você pega o material pela primeira vez, está lendo Direito pela primeira vez, está tendo contato com algo completamente novo ou tendo que estudar depois de alguns anos.

Nesse caso, você está dependendo da sua bagagem como estudante. Quando você começa a estudar para concurso, o resultado que você terá dependerá da sua bagagem. Você era um bom aluno (a)? Você estudava, gostava de ler? Você aprendeu matemática ou ficou enrolando e tirou nota mínima?

Tudo isso é o que você traz quando começa a estudar para concursos. Não adianta dizer: Comigo o bebê já nasce andando e começo com um percentual de 90% em todas as matérias no Coaching. Não funciona assim!

 

No começo, depende de como você era como estudante.

 

Eu, Diogo, fui aprovado como Auditor da Receita Federal com apenas 9 meses de estudo. Mas eu tinha uma bagagem boa como estudante, sempre gostei de ler e era muito bom em matemática. Isso permitiu com que eu passasse em pouco tempo. Eu consegui ler e aprender tudo em 9 meses, fazer uma prova e ser aprovado.

Significa que quem não foi um bom aluno a vida inteira não pode passar? Não. Significa que você tem que se desenvolver como estudante primeiro. Você tem que se acostumar com as matérias, a estudar, ganhar concentração, consistência, aumentar o seu léxico, seu vocabulário, as palavras novas etc.

Tudo isso demanda tempo e não adianta você se julgar tão fortemente pelos primeiros resultados que está tendo na hora de estudar para concursos.

Mesmo pessoas que começam com percentual muito baixo se estudarem durante muito tempo de forma correta, com consistência, tentando várias provas, elas aumentarão seus percentuais de acertos, suas experiências até conseguir passar em uma boa prova.

E mesmo quem começa muito mal pode passar em uma prova muito difícil, mas isso pode demorar em torno de 2, 3 ou até 4 anos. Mas quero chamar a atenção para isto, na primeira metade dos assuntos, de oito assuntos ela piorou em cinco. Vamos agora olhar para a metade seguinte.

De nove assuntos, ela aumentou em oito assuntos e diminuiu em apenas um. Ela estudou esses assuntos nessa ordem. No assunto 0 foi a primeira vez que ela viu Direito Tributário, e estava começando a estudar para concursos, ou seja, tinha que ganhar concentração, consistência, ter disciplina, se acostumar com as palavras novas.

Ela foi se desenvolvendo como estudante no decorrer dessa primeira metade do curso e isso demorou meses. Na segunda metade, já temos uma outra pessoa. Temos uma aluna que está estudando há várias semanas ou meses, que está mantendo a disciplina, se desenvolvendo, treinando via questões, fortalecendo a memória (alternando questões você fortalece sua memória de longo prazo).

Então, você se desenvolve durante o estudo para concursos. Em raríssimos casos, a pessoa já começa estudando bem tendo um bom percentual. Aconteceu comigo e com alguns alunos do Coaching. Mas, não é a regra. A regra é você crescer durante os seus estudos e tem que ter paciência para vislumbrar isso.

 

Qual o percentual de acertos após a primeira leitura? Não existe!

 

Depende da bagagem que você traz. Isso falo sempre no meu canal no Youtube, para os meus alunos do Coaching, na comunidade Estudo Completo. Vá com calma! Feito é melhor do que perfeito!

Não fique preso na primeira aula ou na segunda aula, vá lendo, fazendo questões, anote seu percentual de acertos, toque o barco, siga adiante porque você está aprendendo a estudar enquanto está estudando para concursos.

Você não vai se desenvolver super rápido. Isso tudo faz parte de um crescimento pessoal e, por isso, falamos tanto que disciplina, consistência são importantes, para você ter calma e seguir adiante porque você vai melhorar, os percentuais de acertos vão melhorar, você vai evoluir da primeira leitura para uma outra leitura subsequente.

Depois que a matéria está toda finalizada, você ficará revisando. Se leu a matéria inteira, então você fará uma revisão geral. No caso dessa aluna que acabou de estudar Direito Tributário, ela refará todas as pares, depois refará todas as ímpares. Uma passada geral na matéria (pares) e depois outra passada geral na matéria (ímpares).

Quanto mais você espaça o estudo e a revisão, melhor isso funciona para a memorização. Depois que ela terminar de fazer isso, ela irá para o site de questões e fará 15 questões de cada assunto. Terminou o último assunto, retorne para o primeiro com 15 questões. Ficará girando os diversos assuntos dessa forma indefinidamente até o dia da prova.

Claro que depois entram assuntos mais interessantes como caderno de erros, flashcards, mapa mental etc. Mas isso é um aspecto mais avançado nos estudos. Ensino a minha metodologia na comunidade Estudo Completo, uma comunidade de concurseiros que criei onde coloco todas as minhas vídeo aulas. Se quiser aprender em detalhes do começo, meio e fim da preparação acesse o link: https://www.estudocompleto.com.br/

 

 

SAIBA MAIS:

Como fazer Flashcards para MEMORIZAR mais!

FORÇA MENTAL não é intensidade ou motivação

Análise do edital de Agente PCDF 2020! Dicas de estudo!

 

E se você quiser conferir mais dicas sobre concursos como essa, coloque o seu e-mail no campo “Receba novidades” no final desta página, para receber novas informações semanalmente.

Me siga nas redes sociais para acompanhar mais conteúdo a respeito de concursos públicos!

Muito obrigado e até a próxima!

 

Compartilhe este post por meio dos links abaixo:

Deixar comentário