Skip to main content

Como ler mais rápido

Por 13/11/2017janeiro 18th, 2019Dicas, Técnicas, Videos

Olá! Meu nome é Diogo Moreira, sou Auditor-Fiscal da Receita Federal e estou aqui para te ajudar a sair dessa “vida bandida” que é estudar para concursos.

Como ler mais rápido? Esse é o desejo de todo estudante. Quais as técnicas mais famosas de leitura dinâmica? O que funciona mesmo? Que tipo de pessoa realmente consegue ler mais rápido? Eu abordo esse tema da minha própria forma, ou seja, sem fórmula mágica e com a realidade nua e crua.

 

Como eu consegui?

 

Como ler mais rápido: esse é um dos temas preferidos de todo mundo que está estudando para concurso, para OAB, para o ENEM…

Todo mundo quer ganhar velocidade para conseguir cobrir o material todo.

Então, como que eu, estudando 6 horas líquidas por dia de boa parte da minha preparação, consegui ler tudo da Receita Federal em apenas 9 meses?

Se você já viu outros vídeos meus aqui no canal, você me conhece. Não tem mimimi, não tem papagaiada, eu sou honesto e sincero. Eu prefiro gravar um vídeo que você não goste do que vir aqui falar um monte de mentira. 

Primeiramente, a sua velocidade de leitura é limitada pelo movimento dos seus olhos. Aquela coisa de ficar pulando de uma palavra para outra. Isso é limitado. Requer treino, melhora se treinar, mas é limitado. Os movimentos físicos do seus olhos têm um limite.

E disso aí resultam várias técnicas. 

Por exemplo, têm técnicas de ler só os substantivos e os verbos. Pular só nessas palavras, identificar rapidamente e tal. Assim você consegue pegar a ideia daquela frase, daquele palavra.

Existe uma coisa chamada em inglês “skimming”, em que você vai lendo a primeira e a última palavra do parágrafo. Se o assunto for interessante, for alguma coisa relevante, você lê o resto. Se não, você vai pulando. Porque, claro, a gente tem livros aí de 300, 400 páginas que não são interessantes em todos os parágrafos. 

Dessa forma, você consegue pular algumas partes que não vão te agregar nada.

Tem uma outra técnica ainda mais bizarra que eu vi num vídeo do YouTube do autor de “Trabalhe 4 horas por semana”, que é um título fenomenal, e ele traça uma linha na lateral da página. Você pega a página de leitura e traça uma linha cortando duas palavras para cá, duas palavras para lá. Trace uma linha dentro do texto, na verdade.

Você não vai ler o que está dentro da linha. Você vai ler só as palavras que estão fora das linhas. Então, você vai ter em torno de duas palavras em cada linha de fora. 

Ele fala para você ler dessa forma, só o que está entre as linhas. Dessa forma, você vai pegar o sentido geral da página, vai conseguir entender, sem ficar lendo palavras desnecessárias.

E existe um limite que não é o limite físico do movimento dos seus olhos. É o limite da sua cognição. É sua capacidade de perceber. É sua capacidade de entender.

Você tem que melhorar essa capacidade para conseguir ler mais rápido.

 

Leia MUITO.

 

Diogo, como que eu melhoro essa capacidade? Diogo, como que você fez para melhorar essa capacidade com o passar dos anos para conseguir ler mais rápido?

E aqui vem a verdade dura: para ler mais rápido, você tem que ler muito.

Ah, Diogo, eu já estou lendo 5 mil páginas de Direito Administrativo, Constitucional e Tributário… Eu já estou lendo muito e não tá fazendo diferença nenhuma.

É porque não basta ler muito em quantidade. Você tem que ler coisas difíceis. Você tem que aprender palavras novas. Você tem que ver histórias de coisas complexas.

No final da adolescência, eu lia muitos livros de Filosofia. 

Ok, eu era nerd, eu não saía muito, beleza. Me zoaram naquela época, mas a parada deu certo, funcionou.

Eu lia muitos livros de Filosofia e, assim, eu aprendia muitas palavras novas e difíceis. A primeira vez que eu peguei o livro do Nitezsche para ler, eu tinha que ler com um dicionário do lado. E eu demorava 10 minutos por página. Para ler. Nem estava compreendendo muito bem não.

Mas, aos poucos, você consegue entender os conceitos, o que está por trás das palavras, das ideias dos pensadores e dos filósofos, e você começa a evoluir. Você bate o olho numa frase, numa ideia e aquilo já faz sentido para você.

Ou seja, não adianta só aumentar a quantidade de leitura. Você tem que ler coisas novas, desafiadoras.

Eu tenho certeza de que se você começou a estudar Direito para concurso e nunca tinha visto Direito antes, no começo sua velocidade era bem lenta. Você não entendia as palavras, ficava meio parado ali e você evoluiu. Eu tenho certeza que hoje você lê Direito mais rápido do que você lia antigamente.

 

Percebeu?

 

E isso acontece com todas as matérias. Mas você precisa ir um pouco além, você tem que se desafiar, você tem que ler coisas mais complexas. Um romance bem escrito, um texto de Filosofia, alguma coisa assim.

Ah, Diogo, que bizarro, eu cliquei para ver um vídeo no YouTube sobre como ler mais rápido, você está mandando eu ler Filosofia?

Pois é. Eu te avisei no início do vídeo que aqui não tem mimimi, não tem fórmula mágica.

Quem lê muito rápido, lê muito.

Beleza, Diogo, você me convenceu. Como é que eu começo a ler então? O que você me sugere?

Eu sugiro que você comece a leitura por um assunto do qual você goste.

Eu comecei a ler com 13 anos comprando o livro Mundo Perdido, a continuação de Parque dos Dinossauros. Eu era ultra nerd na minha adolescência. 

Aquele livro de 458 páginas foi o primeiro livro de verdade que eu li, e por prazer. Eu devo isso até hoje à minha professora de Português daquela época, porque ela mandou a gente escolher um livro para fazer um trabalho sobre. 

Todos os meus coleguinhas saíram pegando livros fininhos, parecia um ebook digital.

Eu peguei um livro de 458 páginas.

E, quer saber? Eu li o livro em 4 dias.

Eu não consegui parar de ler o livro.

Quê que acontece? Depois de ler Mundo Perdido, eu li Parque dos Dinossauros. E depois eu li mais 7 livros daquele autor, que se chama Michael Crichton e é muito bom, diga-se de passagem.

Mas o que eu estou querendo dizer é: comece por um assunto do qual você goste.

Se você gosta de surf, leia um romance sobre a história de um surfista, lê uma biografia. Quer uma biografia? A do André Agassi, é uma biografia fantástica, um dos melhores livros que eu já li.

E assim vai. Você lê o livro, gosta do assunto, pega outro, gosta do autor, lê outro livro daquele autor… E dessa forma você se desenvolve.

Se você quiser ir mais fundo ainda na interpretação de texto, na sua capacidade de entender o que está sendo lido, aí você tem que começar a ler Filosofia.

Filosofia nunca é uma leitura simples de frases. Todas as frases têm um grande significado por trás. Elas carregam conceitos e ideias criados anteriormente. 

O começo da leitura da Filosofia é muito lento. Mas a medida que você se acostuma com esses conceitos e essas ideias, a coisa passa a fluir melhor.

E, principalmente, você vai melhorar o seu léxico, você vai melhorar o seu vocabulário, você vai melhorar a quantidade de palavras que você conhece.

Foi dessa forma que eu, treinado com Filosofia, e depois de uma faculdade de Psicologia, em que eu tive que ler muitos textos viajantes, complexos e filosóficos, consegui sentar para estudar para concurso, sem nunca ter visto Direito, Contabilidade ou nada disso, estudar, ler tudo em 9 meses e ser aprovado.

 

ESTUDE COMIGO DURANTE 12 MESES!

 

O Coaching (mentoria ou consultoria) é um atendimento em grupo. Eu faço o seu planejamento de estudos inicial, dou acesso a dezenas de vídeos exclusivos com técnicas de estudo e abro espaço para todos os alunos conversarem e trocarem experiências de como estão estudando. CLIQUE AQUI para saber mais!

 

 

E-BOOK GRÁTIS – 9 PASSOS QUE ME LEVARAM À APROVAÇÃO EM 9 MESES

 

Neste eBook, conto minha trajetória e explico passo a passo o que você deve fazer para extrair o máximo dos seus estudos para concursos públicos:

 

9 PASSOS QUE ME LEVARAM À APROVAÇÃO EM 9 MESES

 

SAIBA MAIS:

 

COMO SER APROVADO NO PRÓXIMO CONCURSO?

QUANTAS HORAS PRECISO ESTUDAR PARA PASSAR?

 

E se você quiser conferir mais dicas sobre concursos como essa, coloque o seu e-mail no campo “Receba novidades” no final desta página, para receber novas postagens.

Me siga nas redes sociais para acompanhar mais conteúdo a respeito de concursos públicos.

Muito obrigado e até a próxima!

 

Compartilhe este post por meio dos links abaixo:

Deixe seu comentário 2 comentários

  • Andréa disse:

    Olá Diogo,
    nos dê sugestões de livros de filosofia.
    obrigada pelas dicad

    • Prof Diogo Moreira disse:

      Olá, Andréa!

      Bom, posso te indicar alguns… “O mundo de Sofia” de Jostein Gaarder, “Ética a Nicômaco” de Aristóteles e “Existencialismo é um Humanismo” de Sartre (https://amzn.to/2N0zaFk).

      Comece por esses, veja se vai gostar do conteúdo. O que mais estimula a leitura é o interesse pelo assunto, não se esqueça disso!

      Abs!

Deixar comentário

Quer receber mais informações e ajuda sobre este e outros concursos?