Skip to main content

Difícil estudar em casa

Olá! Meu nome é Diogo Moreira, sou Auditor-Fiscal da Receita Federal e estou aqui para te ajudar a sair dessa “vida bandida” que é estudar para concursos.

Estudar em casa pode parecer fácil para as pessoas que não estão vivenciando essa realidade. Mas, apenas quem largou tudo para estudar sabe o grande desafio que é. Confira!

 

Vida de aprovado é muito boa e aproveita-se bastante, mas só eu sei o que passei para chegar aqui.

 

Largar emprego, voltar para dentro de casa e ser bancado pelos pais. E ainda há pessoas que falam: “você estava em casa, assim é “moleza”, se eu não tivesse que trabalhar estava tranquilo”.

Muitas pessoas trabalham 8, 9 ou 10 horas por dia, chegam em casa cansadas, cuidam dos filhos, os alimentam, colocam para dormir e só depois estudam até de madrugada tendo que acordar cedo no dia seguinte para poder estudar ou poder trabalhar.

Não é fácil, mas cada concurseiro tem o seu desafio e cada um enfrenta suas próprias dificuldades.

Recebi um e-mail de uma aluna do Coaching que falava: “Não aguento mais a pressão de estudar para concurso em casa o dia inteiro. Não aguento essa cobrança que me imponho para obter resultados, para acertar mais questões. Não aguento mais a cobrança dos meus irmãos por verem que estou em casa sem trabalhar e nossos pais bancando. Não sei mais o que fazer. Estou cogitando seriamente em arrumar um emprego, passar o dia fora e estudar à noite”.

 

Imagine o nível de estresse e o nível de cobrança que essa pessoa está sentindo para achar que passar 8, 9 ou 10 horas por dia fora de casa vai ser a melhor saída para conseguir lidar com a frustração, com a autocobrança.

 

Imagine há quanto tempo e o quanto que ela não está sofrendo para tomar uma decisão dessa. A autocobrança existe principalmente depois que você está a meses ou a anos estudando sem conseguir o objetivo almejado.

Para isso existem inúmeros fatores como, por exemplo, falta de inteligência emocional, ansiedade na hora da prova ou nunca ter sido um bom aluno e agora ter que começar a aprender a estudar.

São inúmeros os motivos, mas como sempre digo nos meus vídeos: “é uma vida bandida”.

 

Cada um tem os seus problemas, cada um enfrenta e carrega sua pedra todos os dias para conseguir buscar uma vida melhor.

 

Larguei o emprego, voltei para dentro de casa e fiquei nove meses de pijama estudando. Meus pais me bancando, meu irmão mais novo trabalhando e eu sozinho estudando o dia inteiro.

Amizades se enfraqueceram e namoro da época terminou. Acha que é fácil? Só porque estava dentro de casa você acha que foi tranquilo?

Minha resposta a essa aluna foi: “poder estar em casa todos os dias para estudar é um enorme privilégio. Aproveite isso. Não abra mão para buscar um trabalho apenas para ter um conforto ou para se livrar da autocobrança.”

 

Essa não é uma atitude vencedora. Essa não é uma atitude do aprovado. Você tem que encarar seus desafios e enfrentá-los de frente.

 

Se é a autocobrança, então melhore seu autoconhecimento. Faça uma terapia, busque uma imersão ou alguma coisa que te ajude a se encontrar, a se conhecer melhor e entender que o que você tem é uma oportunidade. Não é um martírio.

Se sua família não está ajudando, então converse assim como conversei com a minha. Expliquei que iria dar esse passo para trás, que voltaria para dentro de casa e que abriria mão desse emprego para estudar.

Naquela época foi um passo para trás para ganhar impulso e poder saltar mais longe.

Converse com sua família, estabeleça regras. Diga exatamente o que você está fazendo. Mostre a eles a dificuldade que é estudar para concurso, que quem está em casa não está só estudando, mas está “ralando”, sofrendo com muita pressão de todos os lados inclusive do lado de dentro.

 

Encare seus desafios de frente. Não ache que arrumar um emprego passando a responsabilidade para algo fora de você vai ser a solução.

 

Está na hora de você amadurecer, crescer como concurseiro, como estudante até porque os desafios não são só esses. Não é só a cobrança do dia-a-dia que existe, há também o dia da prova ou das múltiplas provas que você irá fazer e tudo o mais que você irá enfrentar e você tem que ser cada vez maior.

A solução para os seus problemas não está fora de você. A solução não está em uma desculpa qualquer, não está na ajuda de outra pessoa.

Está na hora de você crescer, de você deixar de ser um concurseiro estudante para se tornar aos poucos um aprovado.

 

ESTUDE COMIGO DURANTE 12 MESES!

 

O Coaching (mentoria ou consultoria) é um atendimento em grupo. Eu faço o seu planejamento de estudos inicial, dou acesso a dezenas de vídeos exclusivos com técnicas de estudo e abro espaço para todos os alunos conversarem e trocarem experiências de como estão estudando. CLIQUE AQUI para saber mais!

 

 

E-BOOK GRÁTIS – 9 PASSOS QUE ME LEVARAM À APROVAÇÃO EM 9 MESES

 

Neste eBook, conto minha trajetória e explico passo a passo o que você deve fazer para extrair o máximo dos seus estudos para concursos públicos:

 

9 PASSOS QUE ME LEVARAM À APROVAÇÃO EM 9 MESES

 

SAIBA MAIS:

 

COMO COLOCAR AS REVISÕES EM DIA

COMO SE PREPARAR PARA VÁRIOS CONCURSOS AO MESMO TEMPO?

 

E se você quiser conferir mais dicas sobre concursos como essa, coloque o seu e-mail no campo “Receba novidades” no final desta página, para receber novas postagens.

Me siga nas redes sociais para acompanhar mais conteúdo a respeito de concursos públicos.

Muito obrigado e até a próxima!

 

Compartilhe este post por meio dos links abaixo:

 

Deixe seu comentário 2 comentários

  • Leandro Chagas disse:

    Prof Diogo, boa tarde. Seus vídeos motivacionais são excelentes e o vídeo relativo ao assunto ” difícil estudar em casa” foi o melhor dos melhores. Sou servidor público do Estado do Rio de Janeiro, o qual tenho uma enorme tranquilidade, e busco ser Auditor da Receita Federal. Tenho 02 filhos pequenos e uma esposa que também é servidora pública. Ratifico suas idéias de quando é difícil estudar quando temos a “tripartilha” – trabalhar, estudar e cuidar da família. Tenho um certo conforto por ter uma renda familiar estável, mas eu quero mais. Estou inconformado e quero dar mais para a minha família. Minha motivação é quando olho para o meu contra-cheque – não tem motivação maior. Um abraço e fique com Deus.

    Leandro Chagas

  • Leandro Chagas disse:

    Continuação

    Acordo muita vezes na madrugada para estudar – 03h. Realmente, estudar em casa é muito difícil, mesmo criando um quatro exclusivo para isso. Quando voltarem às aulas dos meus filhos, eu fugirei para a biblioteca da faculdade aqui perto de casa, pois fiz isso em todo o ano de 2018.

    Um abraço e continue nos motivando que, em breve, irei ser seu colega de trabalho.

Deixar comentário

Quer receber mais informações e ajuda sobre este e outros concursos?