Estudar fazendo anotações

Olá! Meu nome é Diogo Moreira, sou Auditor-Fiscal da Receita Federal e estou aqui para te ajudar a sair dessa “vida bandida” que é estudar para concursos.

Há pessoas que pensam que só aprendem escrevendo. Será que isso é realmente o correto a se fazer? Confira nesse vídeo algumas considerações a respeito!

 

Estudar para concurso fazendo anotações, seja assistindo videoaulas, seja lendo um PDF ou um livro. O quê e como você deve anotar? Como levar isso adiante?

 

Estou no Coaching há alguns anos e, sinceramente, nunca tive um aluno que tenha parado de resumir e começado a fazer as marcações e tenha falado: “Diogo, está ruim, quero voltar a fazer resumos. Só ler as marcações e fazer as revisões não está legal.”

Nunca aconteceu isso.

Primeira dica: suas anotações certamente vão te ajudar e vão chamar a sua atenção para algum assunto que não ficou claro, ou que você esteja ainda com dificuldade, ou um insight que teve, ou uma associação com uma outra parte da matéria. No entanto, escrever toma tempo.

É provável que quando você decidir que irá anotar, resumir ou fazer anotações de rodapé certamente começará a gastar muito tempo e atrasará seu avanço nas matérias, o que pode ser fatal.

Você tem muito material para estudar e precisa chegar ao final das matérias. Lembre-se: “feito é melhor do que perfeito”. Não dá para ficar anotando cada detalhe.

 

A grande armadilha é: você até pode começar anotando os assuntos importantes mas, provavelmente, irá se perder no meio do caminho.

 

Não faça anotações extensas ou, de preferência, não as faça se é a primeira vez que você está tendo contato com a matéria. Se está lendo a teoria e tudo é inédito para você, então é provável que esses novos assuntos tendem a parecer difíceis.

Pode parecer que você não entenda, ou que irá errar uma questão, mas geralmente não é o caso. Quando você lê uma aula normalmente acerta 70% ou 80% das questões. Isso significa que você reteve dois terços ou quatro quintos dos assuntos da matéria.

Você está aprendendo a maior parte da aula e ao resumir ou anotar sobre tudo você estará fazendo anotações sobre um assunto que você vai aprender de qualquer forma. Isso gasta tempo demais.

 

As anotações podem e devem ser feitas quando você dominar 80% ou 90% da matéria!

 

Na minha época de estudo para concurso eu fazia o “caderninho do desespero”. Nele anotava os assuntos que não eram fixados de jeito nenhum ou aquelas questões que tinha feito quatro vezes e errado as quatro vezes.

Com isso você estará anotando 10% da matéria. Suas anotações vão ser muito menores, mais eficientes e focadas naquilo que você realmente tem dificuldade. Perderá menos tempo e, claro, conseguirá revisar esse material na véspera da prova.

 

Lembre-se que existe uma data muito importante: o dia da sua prova!

 

Nesse dia você tem que estar com o máximo de conhecimento. Tudo aquilo você estudou tem que estar fixado na sua cabeça. Não são duas semanas antes ou duas semanas depois. É para o dia da prova que seu estudo e seu material estão sendo preparados.

Não adianta você possuir um resumo da matéria inteira e não conseguir reler esse material na véspera da prova porque ficou grande demais.

 

Você tem que ser eficiente.

 

Na véspera da prova terá que “correr atrás” das “decorebas”, das fórmulas, das listas, das exceções.

Isso tudo tem que estar bem preparado no seu material, seja com marcações (às vezes, uma marcação diferente para aquilo que é pura decoreba), seja com o “caderninho do desespero” ou com algum resumo mais eficiente focado apenas nas suas grandes dificuldades.

 

ESTUDE COMIGO DURANTE 12 MESES!

 

O Coaching (mentoria ou consultoria) é um atendimento em grupo. Eu faço o seu planejamento de estudos inicial, dou acesso a dezenas de vídeos exclusivos com técnicas de estudo e abro espaço para todos os alunos conversarem e trocarem experiências de como estão estudando. CLIQUE AQUI para saber mais!

 

 

E-BOOK GRÁTIS – 9 PASSOS QUE ME LEVARAM À APROVAÇÃO EM 9 MESES

 

Neste eBook, conto minha trajetória e explico passo a passo o que você deve fazer para extrair o máximo dos seus estudos para concursos públicos:

 

9 PASSOS QUE ME LEVARAM À APROVAÇÃO EM 9 MESES

 

SAIBA MAIS:

 

NÃO ESTOU ENTENDENDO A MATÉRIA, O QUE FAÇO?

DIFÍCIL ESTUDAR EM CASA

COMO ESTUDAR DIREITO CONSTITUCIONAL E ADMINISTRATIVO

 

E se você quiser conferir mais dicas sobre concursos como essa, coloque o seu e-mail no campo “Receba novidades” no final desta página, para receber novas postagens.

Me siga nas redes sociais para acompanhar mais conteúdo a respeito de concursos públicos.

Muito obrigado e até a próxima!

 

Compartilhe este post por meio dos links abaixo:

Deixar comentário