Skip to main content

Largar o emprego para estudar para concurso

Por 05/08/2018janeiro 18th, 2019Dicas, Técnicas, Videos

Olá! Meu nome é Diogo Moreira, sou Auditor-Fiscal da Receita Federal e estou aqui para te ajudar a sair dessa “vida bandida” que é estudar para concursos.

Largar o emprego é sempre vantajoso no estudo para concurso público? Devo largar ou não? Eu conto aqui o que já observei como Coach e professor. Já vi pessoas ficarem inseguras, já vi casais brigarem, já vi medo de não conseguir prover para os filhos. São muitas coisas em jogo! Confira!

 

Será que eu devo largar o meu emprego para estudar para concurso?

 

Apesar de ser uma pergunta extremamente pessoal e muito delicada, é interessante pois eu já recebi várias vezes.

Claro, eu não vou falar aqui se você deve largar ou se você não deve largar o seu emprego, eu vou fazer como eu sempre faço com os meus alunos do coaching: estabelecer os prós e contras para fazer uma base de reflexão a fim de que você tome a melhor decisão.

Inicialmente, irei falar do aspecto mais óbvio: o dinheiro. É óbvio que você tem que ter uma reserva financeira ou você tem que ter alguém te bancando para poder largar o seu emprego e se dedicar exclusivamente a seus estudos.

Eu tive isso, eu fiz isso!

E é muito triste receber alguns comentários no YouTube dizendo, “Ah, ele só passou porque não trabalha, porque não precisava cozinhar o almoço e varrer o chão!”.

É muito triste porque todo mundo tem as suas dificuldades. Todo mundo passa por alguma coisa e vence algum obstáculo. E o que é triste de verdade é ver uma mentalidade de quem não quer vencer na vida.

Me desculpe a franqueza, mas é. Se você enxerga que o outro teve alguma coisa que você jamais vai ter, que o outro tem uma capacidade que você nunca vai ter, você está sabotando a si mesmo. Infelizmente, essa é a verdade!

 

Mas, voltando ao tema…

 

Se você quer largar o seu emprego, se você está pensando em largar o seu emprego, você tem que ter a plena consciência de que pode demorar 1, 2 ou 3 anos para você ser aprovado em um grande concurso.

Se qualquer salário serve, é capaz de 1 ano, 1 ano e meio, estudando bem, com disciplina e determinação, você consiga aprovação num concurso pequeno ou médio.

Mas, para passar em um concurso grande, o normal é um 1 ano e meio, 2 anos, podendo chegar 3 anos ou 4.

Claro, você tendo um concurso médio, um concurso pequeno, consegue se bancar a partir dali, provavelmente, para poder continuar estudando.

A maioria das pessoas consegue estudar no serviço público, ali no trabalho, uma coisa ou outra, os trabalhos costumam ser light, então dá para se dedicar também e isso é uma boa alternativa.

Não dá para você ter dinheiro para se sustentar por apenas 6 e resolver estudar para concurso e chutar o balde. Dificilmente você vai passar em 6 meses, para não dizer, é quase impossível. Principalmente se você está começando do zero, ok?

Se você está pesquisando na internet pessoas que conseguiram e tal, aí isso te dá uma confiança… Olha, não faça isso. Existem diversas exceções, eu por exemplo sou uma exceção por ter passado com 9 meses de estudo só, e a maioria das pessoas que publica coisas assim, já estudava antes para concurso, já cansei de ver isso e é uma coisa muito triste também.

“Passei em 4 meses”. Já estudava para concurso? Já. Já era concursado! Então, não foi em 4 meses, né?

Mantenha os pés no chão, você pode demorar a passar!

 

Além disso, há o aspecto familiar.

 

Se você tem esposa, se você tem filhos, você tem que levar em consideração também como que a sua família vai lidar com isso, e você tem que fazer um pacto com a sua esposa, especialmente, sobre como vai ser a condição de vocês.

Qual vai ser a situação da vida, do casal, que vai ficar mais frio, um pouco mais distante, os filhos, você vai passar a ver menos tempo, vocês vão passar a fazer menos coisas interessantes…

Então, tenha consciência que o estudo para concurso pesa muito sobre qualquer casal. E se você largar o emprego, depois de um tempinho, depois de um ano, um ano meio, tem que ser uma companheira, um companheiro muito grande para ficar ali, “vai lá”, “é isso aí”, “foi o que a gente combinou”, “força”. Todo mundo uma hora começa a perder a paciência, o que é muito complicado.

Depois que você começa a estudar para concurso, dificilmente você volta atrás. Você já vai estar fora do mercado, você não vai estar fazendo currículo e coisas assim.

Já vi relacionamentos desmancharem por causa disso. Então, eu repito: tem que haver um pacto. Tem que haver um acordo. Se possível, até por escrito, para o casal poder lembrar disso por mais tempo.

E eu já vi sim aprovados que tinham filhos e tudo mais. Dá trabalho, às vezes tem que se esconder para estudar, já vi gente que estudava de madrugada para poder ter silêncio em casa, vi gente que perdeu totalmente o crescimento dos filhos de 1, 2, 3 anos, porque ficou 2 anos enfiado num quarto, num escritório, numa biblioteca e todos eles falam que no final vale a pena.

Eu sei que é doloroso, eu tenho filho pequeno e eu tento passar o máximo de tempo possível com ele, o que me atrapalha, inclusive, profissionalmente às vezes, porque eu coloco meu filho e a minha família em primeiro lugar, mas você tem que estar disposto a abrir mão de alguma coisa.

Claro, se é o objetivo, se você quer aquilo, se você enxerga que isso vai mudar sua vida (e vai!) você tem que estar disposto a fazer isso. Às vezes são alguns anos que não voltam mais, mas o que você estará proporcionando para sua família, para seus filhos dali para frente, será muito grande.

 

Um outro aspecto a ser levado em consideração…

 

Você não vai decolar nos estudos a partir do primeiro dia. Você vai começar fazendo 2 horinhas, 3, no máximo 4 horas líquidas. Era assim que eu fazia no começo, 2 horas pela manhã, 2 pela tarde, e olhe lá, nos dias bons!

Isso porque você está sem ritmo, você não sabe direito o que você está fazendo…

É como se fosse correr para maratona. Você não pega e começa e sai correndo 42km, você começa aos poucos, caminhando, vai melhorando, vai fazer uma marcha e tudo mais.

Essa analogia já foi feita várias vezes por várias pessoas e é verdade. Estudar para concurso é como treinar para uma maratona.

Você tem que ir se preparando aos poucos, porque você vai evoluir aos poucos. 

Então, se você planeja largar o emprego e se dedicar integralmente ao estudo para concursos, não faça isso logo no começo. Ok?

Pegue ali 2, 3, 4 meses, estude a noite inteira, gaste todo seu tempo livre estudando, final de semana também, até para você sentir que você está na coisa.

Eu sou contra as pessoas que compram um tênis de corrida para depois começar a correr. Eu prefiro pegar um tênis mais ou menos que eu tenho, começar a correr e ver se realmente vou correr, se estou fazendo esse negócio com frequência, levando a sério.

Só então eu vou comprar um tênis bom.

Eu prefiro agir assim e eu sugiro que você aja assim também no estudo para concurso!

Largar o emprego tem que ser um pacto que você vai fazer consigo mesmo. Você vai sentir a pressão, mesmo que você more sozinho, tenha uma reserva financeira, esteja se bancando tranquilamente por 2 anos… Você vai sentir pressão! Você vai achar que o relógio está correndo contra você. Mantenha a cabeça no lugar.

Eu tenho alunos que atendo no coaching cuja necessidade do coaching é essa: é manter a cabeça dele no lugar. Ele estuda bem, ele está rendendo bem, ele está fazendo a parte dele, mas volta e meia, ele tem dúvida, ele não sabe se vai conseguir, ele não sabe se fez certo ao largar o emprego…

Isso é normal. A maioria das pessoas passa por isso.

 

Então você tem que estar consciente do que você está fazendo, e a melhor forma de ter essa consciência é escrevendo!

 

Escreva o que você quer fazer, aonde você quer chegar, de que forma. Quanto dinheiro você tem, quanto tempo esse dinheiro vai durar, e analise bem o tempo que conseguirá se manter com a sua reserva financeira, planeje!

Assim, durante um ano e meio nem pense nisso, tenha a tranquilidade de levar em conta que você tem uma reserva para dois anos.

Mas fica esse conselho de que, no começo, não é necessário largar o emprego logo de cara, para você pegar uma base, pegar o jeito, pegar ritmo… Quando você estiver com 3 horinhas líquidas por dia, beleza, você já está com um ritmo mínimo para começar a pensar em aumentar essa carga horária.

 

ESTUDE COMIGO DURANTE 12 MESES!

 

O Coaching (mentoria ou consultoria) é um atendimento em grupo. Eu faço o seu planejamento de estudos inicial, dou acesso a dezenas de vídeos exclusivos com técnicas de estudo e abro espaço para todos os alunos conversarem e trocarem experiências de como estão estudando. CLIQUE AQUI para saber mais!

 

 

E-BOOK GRÁTIS – 9 PASSOS QUE ME LEVARAM À APROVAÇÃO EM 9 MESES

 

Neste eBook, conto minha trajetória e explico passo a passo o que você deve fazer para extrair o máximo dos seus estudos para concursos públicos:

 

9 PASSOS QUE ME LEVARAM À APROVAÇÃO EM 9 MESES

 

SAIBA MAIS:

 

COMO FOI A MINHA POSSE NA RFB?

COMO VENCER O CANSAÇO MENTAL NOS ESTUDOS?

 

E se você quiser conferir mais dicas sobre concursos como essa, coloque o seu e-mail no campo “Receba novidades” no final desta página, para receber novas postagens.

Me siga nas redes sociais para acompanhar mais conteúdo a respeito de concursos públicos.

Muito obrigado e até a próxima!

 

Compartilhe este post por meio dos links abaixo:

Deixe seu comentário 2 comentários

Deixar comentário

Quer receber mais informações e ajuda sobre este e outros concursos?