Skip to main content

O mindset do aprovado.

Olá! Meu nome é Diogo Moreira, sou Auditor Fiscal da Receita Federal e estou aqui para te ajudar a sair dessa “vida bandida” que é estudar para concurso.

 

O mindset do aprovado.

 

No livro Mindset: a nova psicologia do sucesso, a phd Carol Dweck traz uma ideia muito interessante sobre a distinção entre o mindset fixo e o mindset de crescimento. Como um deles pode te levar ao sucesso – no seu caso, a aprovação – e como o outro, fatalmente, te levará ao fracasso.

E qual é a diferença entre eles? Se você acredita que é inteligente ou que é burro, que é rápido ou lento, forte ou fraco, está com um mindset fixo. Você acredita que é alguma coisa e, consequentemente, não enxerga que é capaz de modificar isso.

 

O mindset fixo é bastante sutil.

 

O grande problema do mindset fixo é fazer você acreditar que tem uma característica que é imutável (o que não é verdade). A boa notícia é que o mindset fixo não é para tudo e não te define completamente.

Já o mindset de crescimento faz você pensar sobre de que forma você pode melhorar. Ele faz com que você encare um obstáculo de frente. Por exemplo, se você bate numa situação ruim e fracassa, o erro te jogará para pensar em soluções, tal como pensar “como vou vencer isso?”

No caso do concurseiro, ele pensa “como eu posso melhorar? Um outro material? Devo buscar um professor com uma metodologia diferente? Será que eu preciso fazer mais questões? Algo de diferente eu preciso fazer para melhorar nessa matéria.”

Veja, você precisa estudar cada vez melhor, se orientando ao resultado e melhorando o processo. Por isso, se esforce. Mude o mindset fixo para o de crescimento, de modo a trilhar o caminho em busca de melhores resultados.

Einstein dizia que a definição de insanidade é buscar resultados diferentes fazendo sempre a mesma coisa. Faz todo sentido. Se você faz algo repetidamente, está se esforçando, mas não obtém um resultado melhor, então você precisa fazer algo de diferente. Você precisa aprender algo de diferente. Pense nisso!

 

 

SAIBA MAIS:

Ainda da tempo de estudar para a Receita Federal?

Contra a procrastinação.

A teoria do fogão de 4 bocas.

 

E se você quiser conferir mais dicas sobre concursos como essa, coloque o seu e-mail no campo “Receba novidades” no final desta página, para receber novas informações semanalmente.

Me siga nas redes sociais para acompanhar mais conteúdo a respeito de concursos públicos!

Muito obrigado e até a próxima!

 

Compartilhe este post por meio dos links abaixo:

Deixar comentário

Quer receber mais informações e ajuda sobre este e outros concursos?