Skip to main content

Não desanime por qualquer resultado ruim!

Por 14/09/2018janeiro 19th, 2019Dicas, Editais, Videos

Olá, meu nome é Diogo Moreira, sou Auditor-Fiscal da Receita Federal e estou aqui para te ajudar a sair dessa “vida bandida” que é estudar para concursos!

Não importa qual prova você fez. Se você foi mal, não desanime. Entenda o que está por trás de um mal resultado e saiba como enxergar esses “tropeços”.

Não, concurso não significa melhorar a cada prova. Há muitas variáveis em jogo.

 

Eu fui mal nesse concurso. E agora? Eu não levo jeito para isso?

 

Se você for mal em um concurso, isso significa que você tem muito a melhorar ainda, e vai melhorar na próxima prova, e vai ainda melhor na outra prova? Na verdade, não!

Você não vai melhorar prova a prova. Você não vai ter cada vez uma nota melhor.

A gente oscila nos concursos que a gente faz.

À medida que a gente vai treinando, a gente vai aprendendo mais, vai sim retendo mais conhecimento. Mas cada prova é uma prova, existe um fator de aleatoriedade nas questões, nos assuntos.

Existem provas que estão mais para você e algumas provas que ficaram mais diferentes, mais fora daquilo que você vinha estudando com mais frequência. Existe mudança de banca e tudo mais.

Eu gosto de utilizar o exemplo da minha esposa. Hoje ela é auditora do TCDF. Uma semana antes de ela fazer a prova do TCDF, ela fez a prova do Senado. Isso em 2014, se eu não me engano. Ela foi muito mal na prova do Senado, e os dois editais eram razoavelmente parecidos. 

Ela foi muito mal num fim de semana na prova do Senado e ficou desanimada para a prova da semana seguinte. Mas, na semana seguinte, fez a prova do TCDF e passou.

Então, é isso que eu falei. Você não vai melhorar prova a prova, se você for mal em uma prova, isso não significa que você não tem o menor jeito para fazer prova. Varia, oscila bastante.

 

Claro, você tem que fazer simulados, você tem que fazer questões o máximo possível.

 

Quanto maior quantidade de questões você fizer, mais fidedigno é o resultado. Mais aquele resultado vai dizer se você está bem ou se você está mal em determinada matéria, em determinado assunto.

Mas, às vezes, numa prova, a gente tem 3, 5 questões de cada assunto e isso não é suficiente para dizer se você está dominando ou não. Se tiver 3 questões de Direito Constitucional e eu errar as 3, não sei nada de Direito Constitucional? Não! Não dá para tirar esse tipo de conclusão.

Então, se você fez uma prova e foi mal, não desanime. Foque muito na resolução de questões em casa, se dedique ao máximo a praticar e aí sim você vai ter uma noção boa se você está bem ou não.

E eu sugiro comparar. No coaching do Estratégia a gente faz diversos simulados e compara entre os nossos alunos. Você pode fazer um ranking, você pode dizer, “olha, dentre os meus alunos, você ficou assim, você ficou em tal posição”.

Tudo isso é informação, tudo isso vale a pena. Se você não está num coaching, por exemplo, você pode se juntar com 2, 3 amigos, fazerem todos as mesmas provas, os mesmos exercícios e compararem os resultados.

Dessa forma, você vai ter uma noção melhor de como você está em cada matéria. Quais são as suas dificuldades, quais são as suas facilidades e, desse jeito, buscar sempre evoluir.

 

ESTUDE COMIGO DURANTE 12 MESES!

 

O Coaching (mentoria ou consultoria) é um atendimento em grupo. Eu faço o seu planejamento de estudos inicial, dou acesso a dezenas de vídeos exclusivos com técnicas de estudo e abro espaço para todos os alunos conversarem e trocarem experiências de como estão estudando. CLIQUE AQUI para saber mais!

 

 

E-BOOK GRÁTIS – 9 PASSOS QUE ME LEVARAM À APROVAÇÃO EM 9 MESES

 

Neste eBook, conto minha trajetória e explico passo a passo o que você deve fazer para extrair o máximo dos seus estudos para concursos públicos:

 

9 PASSOS QUE ME LEVARAM À APROVAÇÃO EM 9 MESES 

 

SAIBA MAIS:

 

REVISÕES ATRAPALHAM OS ESTUDOS?

AS 3 FASES DO ESTUDO PARA CONCURSO

 

E se você quiser conferir mais dicas sobre concursos como essa, coloque o seu e-mail no campo “Receba novidades” no final desta página, para receber novas postagens.

Me siga nas redes sociais para acompanhar mais conteúdo a respeito de concursos públicos.

Muito obrigado e até a próxima!

 

Compartilhe este post por meio dos links abaixo:

Deixe seu comentário 2 comentários

  • Dayane disse:

    Sei que tem muitas pessoas esta nesta vida bandida, por isso sei este sei que este vídeo não é pra mim, em especial, mas senti como se fosse, já que hoje, pelo acaso ou nao, eu falei para meu namorado, que inclusive, ja passou na policia civil qur já fiz várias provas, para algumas não me dediquei, mas outras me dediquei(mas nao foi o suficiente) e ainda nao passei, entao concluí que esta vida não é pra mim, que em meio a tantas reprovações meu estoque de motivação acabou….
    E agora??? Eu tento me motivar todos os dias, só eu sei a pressão que me faço por ser mulher, tenho que provar duas vezes mais que sou capaz de me virar sozinha…

    • Prof Diogo Moreira disse:

      Olá, Dayane!

      Agradeço o seu comentário!

      Você se esforçou, lutou, persistiu, foi lá encarar a prova. Saiba que somente essa sua atitude já deixou milhares de concorrentes para trás, pois há aqueles que desistiram no meio do caminho ou nem se dispuseram a tentar.

      Você ganhou conhecimento, sedimentou, ganhou experiência e maturidade de realização de prova. O saldo foi positivo, acredite!

      Independente do seu resultado, se foi bom ou ruim, uma coisa é certa: a missão agora é olhar para frente e prosseguir na luta.

      Nesse exato momento há milhares de concursados que não foram aprovados na primeira prova que fizeram. Isso prova que entre a aprovação e você falta somente a “perseverança” e “ajustes na preparação”.

      A escolha do próximo concurso que irá prestar é pessoal, pois somente você conhece as variáveis que cercam a sua vida. Apesar disso, obter dicas técnicas sobre os estudos para abrir a visão do que vem pela frente será extremamente útil.

      Quero desejar-lhe todo o sucesso!

      Abs!

      Diogo

      “Perseverança não é uma corrida longa, são muitas corridas curtas, uma após a outra.” Walter Elliot

Deixar comentário

Quer receber mais informações e ajuda sobre este e outros concursos?