Skip to main content

Estudar sempre

Por 04/08/2020agosto 6th, 2020Dicas, Técnicas, Videos

Olá! Meu nome é Diogo Moreira, sou Auditor Fiscal da Receita Federal e estou aqui para te ajudar a sair dessa “vida bandida” que é estudar para concurso.

Quer saber como otimizar os seus estudos com dicas sobre regularidade e percentual de acertos ideal para um concurseiro? Assista!

 

Vamos à pergunta do Mateus:

 

“Atualmente estudo um dia sim e outro, não. Como otimizar ao máximo os estudos visto que meu concurso pode sair ainda este ano. Trabalho 12/36. Irregularidade me assombra.”

Pense por outra ótica, se você estuda dia sim e dia não, então você está estudando regularmente. Você não estuda todos os dias, mas dia sim e dia não. Você tem uma regularidade. Isso lembra aquela história do meu nutricionista, disse para ele: não como glúten e lactose e não aguento mais comer tapioca.

A resposta dele foi: você tem que mentalizar que você adora tapioca, porque sem glúten e lactose você vai comer tapioca o resto da sua vida. Mentalizei que tapioca era boa e que não iria mais reclamar e voltei a comer tapioca numa boa.

Programe a sua rotina de estudos para cada dia. Para o dia que você entra no plantão, para o dia que você sai, o dia que você está de folga etc. No dia que você entra, estude “x” horas ou não estude ou faça questões. No dia que chegar do plantão, aí você “bomba” nos estudos ou algo parecido.

 

A Natália perguntou:

 

“Qual a porcentagem de acertos aceitável na revisão imediata? E na revisão intermediária? Devo voltar na parte da matéria das questões que errei?”

Começando pelo final, sim. Se você errou a questão, dê uma revisada na matéria antes de seguir adiante. Faça as questões pares, corrija, ver o que errou e vai dar uma revisada nisso. Normalmente basta ler os comentários. Se não, volte na teoria.

Percentual de acertos aceitável. Acho que se você acabou de ler uma aula e ter feito questões pares e acertado menos que 60%, então está ruim e temos que fazer alguma coisa. Abaixo de 60% releia as marcações ou dê uma revisada de alguma forma nessa aula. Se estiver acontecendo com frequência, significa que você não está aprendendo e que o material não está legal para você.

Temos que buscar uma alternativa. Como falei no começo da live, você traz uma bagagem. Tem gente que acerta 65%, mas tem gente que acerta 85%, depende da bagagem que você traz de estudos de como você era.

 

A Lis pergunta:

 

“Diogo, nunca estudei Contabilidade. Gostaria de saber se inicio lendo os PDF´s (Estratégia / Gran Cursos, qual o melhor?) e depois assisto as vídeo aulas ou faço o inverso? Você me orienta a adquirir um curso específico de Contabilidade do Igor Cintra ou Silvio Sande?”

Algumas pessoas conseguem aprender Contabilidade lendo, outras só com vídeo aulas. O Estratégia, quando eu era Coach, desenvolveu a Contabilidade Introdutória porque era a matéria que dava mais reclamação de alunos que não conseguiam aprender.

Com isso, eles criaram um curso ligth introdutório que “pegava leve” nos detalhes e lhe dava uma noção geral da Contabilidade. É uma ideia legal e funciona.

Eu tentaria primeiro utilizar o material escrito. Se você não tem uma base boa de Exatas, se você nunca viu Contabilidade e não “manda bem” nessa parte financeira, então talvez você tenha que ir direto para a vídeo aula. Mas se você for boa aluna e tiver um mindset de crescimento, então pode ir direto para o material escrito.

Nunca os dois, ou um ou outro. Se tiver que assistir vídeo aula, então assista vídeo aula, fazer questões, assistir vídeo aula, fazer questões e sucessivamente. Deixe para trabalhar com detalhes e esquemas mais para frente. O ideal é você aprender, revisar e seguir.

 

Larissa pergunta:

 

“Estudo pelo material do Estratégia, AFRFB, e quando estou na parte da leitura e grifos, e no decorrer do texto, tem aquelas questões para praticar (não a lista das questões ainda), devo pular para “andar” nas aulas e deixar para praticar  na hora das questões mesmo (pares e ímpares) ou faço mesmo no meio da leitura? O que devo fazer?”

Pode fazer no meio da leitura. Normalmente, o professor coloca por motivos didáticos, ele o quer instigar a pensar ou ele vai usar aquele exercício para fazer uma explicação. Então, pode fazer, mas não contabilize.

 

O Mário falou:

 

“Leio o PDF do Igor e assisto as vídeo aulas do Silvio Sande, Contabilidade é o terror.” O problema disso é o tempo. Se você ler o PDF você vai gastar por aula, por exemplo, 6 horas de estudo. Se você assistir vídeo aula daquele mesmo assunto, ao invés de ser 6 horas você vai gastar 10 horas. Se você fizer os dois, vai gastar 16 horas. O tempo começa a “pegar” nesse caso, eu dividiria em vídeo aulas e questões.

 

SAIBA MAIS:

Análise do edital de Agente PCDF 2020! Dicas de estudo!

Qual o percentual de acertos ideal pra quem tá começando a estudar pra concurso?

Ansiedade e Medo

 

E se você quiser conferir mais dicas sobre concursos como essa, coloque o seu e-mail no campo “Receba novidades” no final desta página, para receber novas informações semanalmente.

Me siga nas redes sociais para acompanhar mais conteúdo a respeito de concursos públicos!

Muito obrigado e até a próxima!

 

Compartilhe este post por meio dos links abaixo:

 

 

Deixar comentário

Quer receber mais informações e ajuda sobre este e outros concursos?