Skip to main content

11 regras para a APROVAÇÃO

Por 04/01/2021janeiro 8th, 2021Dicas, Técnicas

Olá! Meu nome é Diogo Moreira, sou Auditor Fiscal da Receita Federal e estou aqui para te ajudar a sair dessa “vida bandida” que é estudar para concurso.

Para ser aprovado, você precisa de consistência e constância. Tem que estudar bem e sempre. Existem algumas regras que, se você seguir, vão tornar sua vida muito mais simples e fácil na hora de estudar para concurso. Confira!

 

11 regras para a aprovação.

 

Você provavelmente já ouviu falar que para passar em concurso público você precisa de consistência e constância. Você tem que fazer a coisa certa durante muito tempo.

Mas, existem pequenas dicas ou regras que você pode seguir no seu dia a dia para tornar isso mais fácil, para que a constância venha naturalmente e para que você se sinta cada vez mais disciplinado e haja de acordo com essas regras. Vou te dar 11 regras que você vai ter que seguir no ano que vem para ser aprovado em concurso público.

 

1 – Estude primeiro e depois resolva as outras coisas.

 

Coloque seus estudos em primeiro lugar cronologicamente e, se possível, que seja a primeira coisa do seu dia. Se você tem o dia inteiro livre, estude o máximo pela manhã. Se você trabalha, tente acordar mais cedo e estude antes de ir para o trabalho.

Pela manhã você tem mais disposição e seu cérebro está funcionando melhor. Coloque o estudo em primeiro lugar. Depois você lave a louça, varra a casa, resolva qualquer coisa na rua. Primeiro garanta o estudo.

 

2 – Seja um solucionador de problemas.

 

Esse é o diferencial entre o aprovado e o reprovado. O aprovado em concurso público resolve os problemas que surgem. Se a cadeira está ruim, ele troca. Se o livro não está bom, ele troca. Se a iluminação não está boa, ele troca a lâmpada.

Se alguém está incomodando, ele se livra dessa pessoa ou conversa com essa pessoa. Se o vizinho está fazendo barulho, ele compra tampão de ouvido e mais um abafador. Ele resolve os problemas que surgem para manter o estudo funcionando da melhor forma possível.

Você tem que ter essa mentalidade, esse mindset de resolver os problemas que surgem. Sem vitimismo: “ah, meu caso é complicado porque não sei o quê…” Resolva o problema ou então esqueça o problema.

 

3 – Não acompanhe as notícias.

 

Isso impacta sua sanidade mental, seu bem-estar, sua qualidade mental. Esqueça o Bolsonaro, esqueça o coronavírus, esqueça tudo quanto é notícia ruim que a mídia joga em você. Entenda uma coisa, a mídia, hoje, ela tem seu próprio algoritmo.

Os sites de notícias medem no que as pessoas estão clicando, quais notícias estão bombando mais, quais imagens chamam mais atenção. Quando um assunto está bombando, eles jogam para cima, jogam para uma manchete maior, para uma capa do site etc.

Adivinhe o que bomba? Notícia ruim, coisas chocantes, problemáticas, que causam sofrimento. Isso tudo as pessoas clicam para ver, o ser humano é assim. Portanto, não acompanhe as notícias. Elas não estão agregando em nada.

Você está acompanhando o Bolsonaro desde o primeiro dia de janeiro de 2019 e sua vida não mudou em absolutamente nada por ter acompanhado as notícias. Não quero nem saber se você é de direita, esquerda, pró ou contra. Não interessa.

Você fica angustiado com ele ou com a oposição ou com qualquer coisa que seja, gera angústia, incomoda, toma tempos preciosos no seu dia quando você fica rodando as telinhas das notícias e nada muda na sua vida.

A coisa mais importante na sua vida agora é passar no concurso e a única coisa que vai lhe levar a fazer isso é ser aprovado, é estudar todos os dias.

 

4 – Foque na meta do dia.

 

Não pense na aprovação, se vai fazer uma boa prova ou não, como vai ser sua vida depois de aprovado. Pense no que você tem que estudar hoje. Quantas horas você tem que fazer hoje, quantas matérias estudar, como você vai estudar. Isso é o que interessa. É um passo a passo, uma caminhada de longo prazo bem feita.

 

5 – Tenha um ciclo de estudos.

 

Defina quais são as matérias que você está estudando, quanto tempo você estuda cada uma e o que está fazendo com cada uma. Isso é um ciclo de estudos.

Você define a ordem de seis matérias, por exemplo, e fica na primeira, segunda, terceira, quarta, quinta, sexta e retorna para a primeira, segunda e, assim, você vai girando o seu ciclo de matérias indefinidamente até que você precise alterá-lo. Normalmente ele sofre poucas alterações no decorrer de semanas ou meses.

 

6 – Revise via questões.

 

É uma das minhas favoritas. Se você me segue no canal no Youtube, nas mídias sociais, você sabe que é a revisão via questões. Nada de resumo, nada de anotando coisinhas, nada de ficar só relendo os grifos passivamente.

A ciência já está cansada de dizer que o que faz você jogar uma informação na memória de longo prazo é teste, se testar, forçar a memória. A melhor forma de fazer isso no estudo para concurso público é revisando via questões.

Existem dezenas ou centenas de milhares de questões de provas anteriores de concurso que você pode utilizá-las e estão a sua disposição para revisar. Revise via questões se você quiser jogar aquela informação na memória de longo prazo.

 

7 – Proibido telas antes de dormir.

 

Duas horas antes de você se deitar ou, no mínimo, uma hora antes, esqueça que existe celular, televisão. Tome banho, coma alguma coisa, leia um livro, relaxe, diminua o ritmo da sua mente. Proibidíssimo Instagram e completamente proibido olhar notícias.

É hora de você relaxar, desligar seu cérebro para dormir rápido, chegar em um sono profundo rapidamente porque é no sono profundo que a memória vai sendo transformada em uma memória de longo prazo e as associações vão sendo feitas.

Se você não dormir bem, se tiver um sono agitado, se dormir tarde e tiver que acordar cedo, estiver sempre com sono, você não terá uma boa retenção de conhecimento.

 

8 – Pratique atividade física.

 

Isso fará bem para sua mente, sua disposição, você aguentará ficar mais tempo sentado estudando. Preste atenção, seu cérebro é responsável por 20% do consumo de glicose do seu corpo inteiro. Como a glicose chega ao cérebro? Circulação sanguínea.

Se você pratica atividade física, você melhora sua circulação sanguínea e, consequentemente, está jogando sangue para o cérebro, melhorando o fluxo de nutrientes e de energia para o seu cérebro. Atividade física é fundamental.

 

9 – Melhore sua alimentação.

 

Sabe aquele sono absurdo que você sente depois do almoço? Sabe aquela indisposição completa na hora de se levantar? Sabe aquele cansaço no fim do dia, no final da tarde quando você não quer saber de mais nada?

Muito provavelmente é a sua alimentação que está impactando a sua disposição e o seu bem-estar durante o dia. Se você quiser estudar para concurso com constância e consistência, você tem que render bem o dia inteiro.

Não significa ser um super-homem ou uma mulher-maravilha o dia inteiro, mas você tem que estar se sentindo razoavelmente bem para conseguir estudar na hora certa, principalmente se você estiver em casa o dia inteiro, então você vai querer se sentir bem o dia inteiro.

Não adianta ter um pico de disposição comendo aquele doce que lhe dá energia e atenção e uma hora depois você se encontrar no vale de disposição quando você quer se deitar, se sente fraco. Preze pela constância.

Se você tiver uma situação de disposição e bem-estar mais ou menos constante o dia inteiro, você vai conseguir render melhor nos estudos porque é uma coisa que você está fazendo o dia inteiro.

 

10 – Reduza o consumo de café.

 

Preste atenção. Se você sente muita necessidade de tomar café, significa que tem alguma coisa errada com seu corpo. Você não precisa de muito café se estiver se alimentando bem, se estiver praticando atividade física e se estiver dormindo bem.

Quando você tem muita necessidade de café, aquele sono absurdo, falta de energia, então alguma outra coisa está errada. Não é que o café é necessário. Significa que seu corpo está sinalizando: “estamos sem equilíbrio, você está no vale de disposição ao invés do pico”.

Tente regular seu corpo para render bem sem o café. Reduza o consumo de café imediatamente, especialmente depois das duas horas da tarde se quiser dormir cedo e bem.

 

11 – Persevere.

 

Estudar para concurso é um investimento, é um desafio de longo prazo. Você muitas vezes passa semanas ou meses sem notar se está melhorando ou piorando, sem sentir que está avançando. É assim mesmo.

E os grandes concurseiros, aqueles que passam nos grandes concursos normalmente ficam dois, três, quatro anos estudando, passam em diversas provas seguidas depois. Mas, nesse início é uma ascendente muito lenta que vai subindo devagarinho até que finalmente chega ao ponto de ser aprovado.

Para vencer essa etapa inicial, que é a mais difícil, você precisa de perseverança, insistir, fazer o seu melhor todos os dias, todas as semanas, todos os meses. Não significa: “Ah! Meu Deus! Não estudei hoje, então não presto!”

É você está sempre olhando daqui para frente, amanhã você fará melhor, quando você acorda pela manhã você diz: hoje vou fazer meu melhor. Você tenta fazer com que cada dia seja o seu melhor dia de estudos.

 

SAIBA MAIS:

Memória: estudo científico mostra que estudar não é como você acha.

Os problemas de fazer simulados

PARE de pesquisar técnicas de estudo – veja por quê.

Quer aprender a estudar? Entre para a Comunidade Estudo Completo

 

E se você quiser conferir mais dicas sobre concursos como essa, coloque o seu e-mail no campo “Receba novidades” no final desta página, para receber novas informações semanalmente.

Me siga nas redes sociais para acompanhar mais conteúdo a respeito de concursos públicos!

Muito obrigado e até a próxima!

 

Compartilhe este post por meio dos links abaixo:

Deixar comentário

Quer receber mais informações e ajuda sobre este e outros concursos?