Skip to main content

Autoconfiança e mentalidade do aprovado.

Olá! Meu nome é Diogo Moreira, sou Auditor Fiscal da Receita Federal e estou aqui para te ajudar a sair dessa “vida bandida” que é estudar para concurso.

 

Autoconfiança e mentalidade do aprovado.

 

A falta de autoconfiança é, seguramente, um mal que assola todos os concurseiro ou, pelo menos, 99,9% deles. Ninguém nunca acha que está pronto. Todo mundo tem muitas inseguranças e vai para a prova sem saber o que vai ser.

Isso é explicável por uma coisa muito simples, quanto mais você sabe, mais você sabe que não sabe tudo, “o que sei é que nada sei”, lembra dessa frase de Sócrates? Quanto mais você conhece a matéria, mais percebe que ela tem muitos detalhes, várias divergências, algumas decorebas absurdas.

 

Não é possível saber quando se está completamente pronto para a prova, isso não existe.

 

Esse sentimento não vem, mas no dia da prova você vai poder olhar para trás e falar: “eu fiz o melhor que eu podia”. Diante da quantidade de horas que você tinha, pelo material, pela estrutura que eu tinha, você fez o melhor que podia, isso é consciência limpa. A autoconfiança vem daí.

Não importa o quanto estudou, importante é que seja feito o seu melhor. É assim que você vai tranquilo ou tranquila para o dia da prova. No livro “Os 7 hábitos das pessoas altamente eficazes”, o autor fala do círculo de influência e do círculo de preocupação, eles têm que estar muito próximos.

 

Você só pode se preocupar com aquilo que você é capaz de influenciar.

 

Veja, a prova do concurso não está sob sua influência, como é que ela foi feita? Quais os assuntos que vão cair? Isso não tem como mudar. Você não deve se preocupar com isso, mas sim com aquilo que é capaz de influenciar, ou seja, sua rotina de estudos, fazer o seu melhor dia a dia, estudar corretamente, ter disciplina, cumprir suas metas, foca nisso.

 

Uma boa preparação de 12 anos, é feita dia a dia.

 

Com relação à mentalidade, antes e durante a prova, qual deve ser a sua? Como é que você deve encarar a prova? Para mim, uma coisa muito importante é retirar o peso que está atribuindo a ela.

Você estudou meses, o seu futuro está em jogo, todo mundo sabe disso, mas não bom que fique pensando nisso, que aquele dia é o derradeiro e fará a grande diferença no resto da sua vida.

Não funciona assim. Portanto, mantenha o foco no seu círculo de influência, naquilo que você é capaz de controlar e tire o peso da prova. Foque sempre na meta que você tem que cumprir hoje.

 

 

SAIBA MAIS:

Como começar a estudar para concurso público.

Quantas questões você deve resolver por dia para ser aprovado.

Automotivação.

 

E se você quiser conferir mais dicas sobre concursos como essa, coloque o seu e-mail no campo “Receba novidades” no final desta página, para receber novas informações semanalmente.

Me siga nas redes sociais para acompanhar mais conteúdo a respeito de concursos públicos!

Muito obrigado e até a próxima!

 

Compartilhe este post por meio dos links abaixo:

Deixar comentário

Quer receber mais informações e ajuda sobre este e outros concursos?